PAISAGENS IBERO-AMERICANAS


   

MÚSICA
Largo do Teatro Nacional de São Carlos
14 julho, quarta-feira — 21h


António Saiote Clarinete

Artur Caldeira Guitarras

Daniel Paredes Guitarra clássica

Carlos Meireles Cantor

Rafael Hernández Marín

Silêncio

 

Isolina Carrillo

Dos Gardénias

 

León Cardona

Melodia Triste

 

Abel Ferreira

Ternura

 

Joseph Lacalle/Álvaro Carillo/Roberto Cantoral

Amapola / Sabor a Mi / El Reloj

 

Sidney Bechet

Petite Fleur

 

Cecília Meireles / Alain Oulman

Soledad

 

Astor Piazzolla

Libertango

 

Carlos Gardel / Alfredo Le Pera

Mi Buenos Aires Querido

 

Carlos Gardel/Alfredo Le Pera

Volver

 

Popular / Artur Caldeira

Alecrim e Meninas Vamos ao Vira

 

Carlos Gardel / Alfredo Le Pera

Por Una Cabeza

 

Carlos Gardel (1890-1935)

El día que me quieras

   

       

Se a opereta vienense e a canção napolitana conseguem banhar de modo solar a humanidade, a veia trágica ibérica, ou de ibérica origem, temperando os timbres da guitarra, da voz humana e do clarinete, pode causar uma explosão emocional poderosíssima. Teremos uma noite dominada por sentimentos musicais ibero-americanos em que poderemos voar livremente da tragédia à alegria (Amália Rodrigues — que cantou Soledad, um dos títulos em programa —  dizia que só conseguia viver nestes extremos emocionais) e em que será também prestada uma substancial homenagem ao repertório e à figura mítica de Carlos Gardel.